#BuildInPublic: o que é como essa estratégia pode ajudar seu Micro-SaaS

Aprenda o que é #BuildInPublic e entenda como ele ajuda o seu Micro-SaaS

Bruno Okamoto
7 Min de leitura
#BuildInPublic: como funciona o movimento da transparência e como isso pode te ajudar

O que é o movimento do #BuildInPublic?

Em um dos primeiros artigos que escrevi sobre Micro-SaaS comentei brevemente sobre o que é o movimento do #BuildInPublic que acontece muito forte lá nos EUA.

Em resumo, significa construir uma empresa de forma pública, transparente, compartilhando toda jornada de aprendizados e métricas para toda a comunidade.

Quer participar da primeira e maior comunidade de Micro-SaaS do Brasil?

  • Conheça todas as novidades do mercado
  •  Faça networking
  •  Troque informações e conhecimento com profissionais de tecnologia, marketing e negócios

 Junte-se a mais de 5.000 profissionais em nossa Comunidade de Micro-SaaS BrasilConheça aquiÉ Grátis!

Neste artigo, comentei sobre alguns benefícios do #BuildInPublic para os empreendedores de Micro-SaaS e a comunidade internacional.

Como surgiu o movimento #BuildInPublic?

Em 2010, Joel Gascoigne, CEO da Buffer, lançou sua startup no Hacker News, conseguindo seus primeiros usuários.

No início de 2011, Joel compartilhou vários “milestones” dos usuários do Buffer, e começou a receber inúmeros feedbacks e incentivos para continuar compartilhando sua jornada.

Em março do mesmo ano, Joel decidiu compartilhar o roadmap de sua companhia, que é público, até hoje, para todos os usuários acompanharem.

Curiosamente, essa transparência acabou abrindo muitas portas com usuários e, também, com investidores. No final de 2011, conseguiram levantar $450 mil de investimento.

Em 2013, Joel decidiu transparecer seu salário e de todo seu time, assim como toda a fórmula de cálculo do salário das pessoas.

Fonte: https://buffer.com/salaries

Em 2014, Buffer resolveu dar mais um passo adiante da transparência, e construiu um dashboard público para toda a comunidade acompanhar.

Veja essa e mais métricas por aqui.

Curiosamente, em 2014, levantaram sua rodada de investimento da Series A e compartilharam o term sheet (contrato) negociado com toda a comunidade. E no mesmo ano, compartilharam a composição dos custos e das margens da empresa.

Deixaram público, inclusive, até o saldo bancário, em 2015, quando a empresa passou por uma crise e precisou desligar uma parte dos funcionários.

E a história segue adiante. Esse movimento inspirou vários empreendedores, e assim essa dinâmica da transparência foi criando força.

Em 2014, Ghost.org também anunciou publicamente que iria seguir os passos do Buffer.

Em 2018, outra figura relevante foi o Pieter Levels, um dos pioneiros do Micro-SaaS com seus projetos Nomad List e Remote OK.

Criar produtos não é uma jornada fácil, e construir em público traz autenticidade, além de encorajar outros empreendedores a lançarem seus produtos.

#BuildInPublic: construir em público

  1. Transparência inspira confiança.
  2. Transparência ajuda a manter inovação durante o crescimento da empresa.
  3. Transparência gera mais igualdade e senso de justiça.
  4. Com a transparência, você se abre para mais feedbacks para tomar decisões.

Por que a transparência importa?

Para os empreendedores, a transparência ajuda a mostrar exemplos reais de como é o mundo do empreendedorismo.

Para os clientes, ser transparente adiciona um toque de personalidade e “humanização” no processo da construção de uma empresa.

Quando uma companhia se torna transparente, os clientes têm uma boa ideia de para onde seu dinheiro está indo. Sem contar que mostrar a maturidade da sua empresa traz credibilidade, além de incentivar a companhia a dar o melhor, sempre.

O #BuildInPublic para um empreendedor de Micro-SaaS

  • Cria uma narrativa. Quem não adora saber mais sobre um produto legal? Construir em público gera atenção e uma comunidade de apoiadores.
  • Constrói confiança. Tanto internamente (sua e do seu time) como externamente (audiência/comunidade).
  • Torna acessível. Inspira as pessoas a engajarem de forma honesta e direta em conversas sobre sua visão e estratégia.
  • Branding. Criar em público constrói seu branding e te torna referência “top of mind”.
  • Ajuda a receber feedbacks imediatos. Além dos feedbacks, muitas vezes te permite conseguir clientes, além de ajudar na retenção.
  • Cria uma cultura de “hard work” em torno do negócio e do empreendedor. Ensina e incentiva a comunidade com seus erros e acertos.
  • Atrai talentos. As pessoas te conhecem, conhecem seu negócio, e estão lá porque acreditam nele tanto quanto você.
  • Apoia o lançamento de novos projetos. Famoso “Scratch your own itch”. Ter uma comunidade em torno do empreendedor permite buscar novos problemas e construir novas soluções. Assim, é possível lançar vários Micro-SaaS para a mesma base.

E há evidências, ainda, de que ser transparente impulsiona o crescimento do seu negócio, como você pode ver o exemplo do Groove:

Desvantagens do #BuildInPublic

  1. Concorrência. Seus concorrentes podem ver seus números e estratégias de marketing, pricing, funcionalidades, etc.
  2. Incentiva “copycats”. Crescimento de produto e receita instiga outras pessoas a construírem soluções similares.
  3. Imagem pública. Quando você se torna uma figura pública, seus clientes e seus seguidores criam expectativas em torno de você e do seu negócio. Alguns empreendedores sentem a pressão de “justificar” os números e resultados.
  4. Os números podem enganar. Quando seu churn aumenta ou diminuiu, não significa necessariamente que o negócio está indo mal e que isso pode causar uma má interpretação dos clientes e da comunidade. Esse foi um dos motivos pelos quais Tyler Tringas, o pioneiro do Micro-SaaS, parou de construir em público.

Onde encontrar #BuildInPublic

Como construir um negócio #BuildInPublic no Brasil?

Escolha um canal que sua audiência participe. No caso da comunidade de Micro-SaaS, usamos muito o Telegram (850+ membros ativos). Ou, escolha um canal (pode ser a comunidade que você participa atualmente) que você esteja confortável em criar conteúdo consistentemente. Normalmente, Twitter e Linkedin costumam funcionar bem para esse tipo de tópico.

Comece a escrever e documentar a construção do seu produto e do seu lançamento. Peça feedbacks, e crie materiais consistentes e de preferência visuais.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário