Como criar produtos de até R$10k de MRR em cima de API

Como usar Interfaces de Programação de Aplicativos (API) para criar negócios de até R$10.000 MRR?

Bruno Okamoto
7 Min de leitura
Como criar produtos de até R$10k de MRR em cima de API

Criando produtos Micro-SaaS de R$1k a R$10k MRR em torno de pacotes de APIs

APIs (ou Interfaces de Programação de Aplicativos) não são novidade, contudo, o que há de novo é o trabalho com um conjunto de APIs e a permissão para que os usuários utilizem esse conjunto em uma única conta.

Quer participar da primeira e maior comunidade de Micro-SaaS do Brasil?

  • Conheça todas as novidades do mercado
  •  Faça networking
  •  Troque informações e conhecimento com profissionais de tecnologia, marketing e negócios

 Junte-se a mais de 5.000 profissionais em nossa Comunidade de Micro-SaaS BrasilConheça aquiÉ Grátis!

Alguns players:

NoCodeAPI: A forma mais fácil de se conectar com APIs. Economize tempo e dinheiro na configuração de Google Sheet, Airtable, Google Analytics, Twitter, Telegram, Open Graphi API, MailChimp, e mais de 50 APIs de aplicativos, sem qualquer back-end.

APIStacks: Automatize o seu negócio com APIs rápidas, escaláveis e confiáveis.

AbstractAPI: Automatize o trabalho do dia-a-dia de desenvolvimento com o conjunto de APIs do Abstract. Atende bilhões de solicitações para mais de 1.000.000 de desenvolvedores e usuários no mundo todo.

Dúvidas frequentes de Micro-SaaS em torno de pacotes de APIs

A maioria das pessoas precisa de apenas uma ou duas APIs. Agrupar APIs não vai funcionar.

R: As necessidades mudam de forma dinâmica. Ter mais opções é sempre bom.

Faça uma coisa, mas faça o seu melhor. Forneça uma API, mas forneça a melhor API.

R: Isso não vai funcionar. Implementação de APIs estão tornando-se mais simples a cada dia, e plataformas de APIs únicas não funcionarão.

À medida que o número de APIs suportadas aumenta, torna-se cada vez mais complexo.

R: Não. Com a tecnologia adequada, isso pode ser facilmente dimensionado e mantido.

Indo mais adiante

API Bundles, API Packs, API Combos, API Stacks – A maioria dessas expressões refere-se a mesma coisa, ou seja, junte vários APIs em uma simples solução Micro-Saas, e deixe que os usuários utilizem qualquer API que quiserem, em um único plano.

Qual é a sacada aqui e por que alguém preferiria algo como isso? As pessoas amam combos e pacotes. Ainda que um usuário queira somente um API para utilizar, lhe dê a chance de conhecer uma plataforma que oferece tanto APIs isoladas quanto combos de APIs. O usuário prefere combos, e a razão é simples: as necessidades das pessoas podem mudar a qualquer momento, e se alguém está oferecendo uma combinação de APIs praticamente pelo mesmo preço de uma API isolada, por que não optar pelo combo?

Categorias de APIs:

  • APIs universais: Essas APIs são universais. Por exemplo: conversão de moeda, captura de tela da página da web, localização de endereço de IP, etc.
  • APIs de plataforma: Essas APIs são específicas para algumas plataformas, como Google Sheets, Telegram, Facebook, Twitter, etc.

Então, o que os desenvolvedores estão fazendo aqui? Podem ser duas coisas:

  1. Criar uma API para funcionalidades gerais.
  2. Oferecer uma API de fácil acesso com base nas melhores APIs de plataformas que já existem. Também chamamos isso de criar um wrapper para APIs existentes.

Nichos de Micro-SaaS em torno de APIs

Mesmo que não possamos criar um nicho disso, vamos conhecer algumas das APIs mais usadas, para que você possa criar um conjunto de APIs, além de trazer algumas ideias em torno do conjunto de APIs.

APIs que você deve incluir no seu pacote

  • API de conversão de moeda.
  • API de conversão de tempo.
  • API de feriados – não subestime esta API. A HolidayAPI faz isso com um mecanismo de API simples para obter dados de feriados, gerando milhares de dólares em receita com uma única API. Imagine agrupar todos as APIs desse tipo em uma única plataforma SaaS – há uma demanda iminente para isso.
  • API de captura de tela.
  • API de redimensionamento de imagem.
  • API de upload.
  • API de geolocalização de IP – por exemplo, IPInfo tem tido grandes receitas apenas oferecendo informações relacionadas a IP para um determinado IP.
  • APIs de clima – a API Yahoo Weather nem precisa de explicações. Existem, ainda, muitos produtos B2B que precisam de uma API de clima simples para seus produtos.
  • APIs de web scraping.
  • APIs de validação e taxas de VAT.
  • Informações sobre visto com base no país.

APIs de plataforma e novos nichos

  • APIs em torno dos produtos do Google Suite: Talvez você esteja pensando que o Google já fornece várias APIs, e tentando entender o porquê de outro wrapper em torno dos produtos do Google. As APIs do Google que já existem são complexas e precisam de muitos componentes, como o OAuth2, etc. É por isso que existem novas ferramentas Micro-SaaS criadas em torno das APIs do Google. Por exemplo, sheet2api, sheety conecta planilhas do Google e oferece APIs fáceis de usar para ler e escrever em planilhas. Você pode explorar mais esse nicho, e estender isso a todos os produtos do Google – Google Drive, Gmail, Google Calendar, etc. Por exemplo, NoCodeAPI tentou fazer isso, contudo, está oferecendo somente uma JSON dos dados da planilha. Você pode criar um Micro-SaaS simples em todo o conjunto de produtos do Google, e também pode estender isso para produtos similares, como Airtable.
  • APIs em torno de ferramentas de comunicação: Crie um conjunto de APIs que possam facilitar o uso de ferramentas de comunicação, como Telegram e WhatsApp. Por exemplo, eu estou usando a ferramenta da NoCodeAPI para Telegram para receber alertas do Telegram sobre meu Micro-SaaS. É claro que eu poderia desenvolver usando a API do Telegram, mas a plataforma NoCodeAPI facilitou isso pra mim, porque oferece uma única API para esse fim. Isso pode ser estendido a todas as ferramentas de comunicação, como Telegram, WhatsApp, Snapchat, LinkedIn, Slack, etc. O usuário estaria apenas se autenticando ao seu aplicativo Micro-SaaS, usando OAuth2 ou usando APIs de senha, e o seu produto ofereceria ao usuário uma API para interagir com essas plataformas.

MARCADO: ,
Compartilhe este artigo
Deixe um comentário