Como criar produtos Micro-SaaS de US$1.000 a US$10.000 com a Bubble

Como usar a plataforma Bubble para criar produtos de até US$10.000?

Bruno Okamoto
11 Min de leitura
Como criar produtos Micro-SaaS de US$1.000 a US$10.000 com a Bubble

Criando produtos Micro-SaaS com a Bubble

Você já ouviu falar da Bubble? Bubble é uma plataforma para desenvolvedores no-code criarem aplicativos simples ou  complexos. Aproximadamente 1 milhão de desenvolvedores no-code estão utilizando essa plataforma para criar aplicativos sem o uso de códigos.

Vantagens de usar a Bubble:

  • Você não precisa saber usar códigos (sim, é verdade)
  • Chegar no mais rápido no mercado
  • Dimensionamento integrado (você economiza muitas horas por não se preocupar com o dimensionamento)
  • Banco de dados integrado
  • Suporta chamadas de API externas

Quer participar da primeira e maior comunidade de Micro-SaaS do Brasil?

  • Conheça todas as novidades do mercado
  •  Faça networking
  •  Troque informações e conhecimento com profissionais de tecnologia, marketing e negócios

 Junte-se a mais de 5.000 profissionais em nossa Comunidade de Micro-SaaS BrasilConheça aquiÉ Grátis!

Ferramentas de desenvolvimento/produtos em torno da Bubble

ZeroQode: Crie aplicativos web e móveis sem códigos e engenheiros. Tudo o que você precisa para criar e monetizar produtos no-code. 10 vezes mais rápido e tão poderoso quanto usar códigos. Receita estimada por ano: US$4 milhões.

BuildingWithBubble: Apresenta a reconstruir seus aplicativos favoritos no-code, usando Bubble. Renda de US$5 a US$7 milhões com os cursos da Bubble.

CodeMap: Contrate talentos no-code/low-code e de automação, remotamente e sob demanda. Crie softwares até 10 vezes mais rápido com o mínimo de código ou no-code, automatize processos e inicie em semanas.

EzCode: Plug-ins de desenvolvimento e plug-ins premium da Bubble para desenvolvedores criarem aplicativos no-code com a Bubble.

NoCodeLife: Curso abrangente e conciso para transformá-lo de consumidor a criador, usando tutoriais práticos, exemplos reais e instruções passo a passo. 

The BDK: Fortaleça seus aplicativos com plug-ins de alto nível da Bubble. Plug-ins premium, de alta qualidade, usados por mais de 1.000 usuários da Bubble.

PathFix: Plug-ins de integração OAuth criados para aplicativos no-code. Habilite integrações nativas do OAuth em qualquer aplicativo da Buuble.io, imediatamente.

I2B-Bubble: Plug-ins da Bubble para economizar tempo e alcançar os usuários mais rapidamente. Mais de 1500 desenvolvedores usam os plug-ins I2B-Bubble.

SuperBuild: Faça parte de um grupo de fundadores non-tech, ambiciosos, e construa sua ideia no-code usando Bubble. Aprenda como criar produtos Bubble com aulas ao vivo.

NoCode.Ch: Construa um MVP na Bubble.io com treinamento especializado. Torne-se um desenvolvedor Bubble.io e crie suas ideias de produtos no-code (funciona com outras ferramentas no-code também).

NoxCod: O treinamento intensivo do NoxCod permitirá que você comece seu projeto com a Bubble, dando um passo por vez.

A Bubble não serve somente para construir MVPs? Achava que todas as plataformas no-code funcionam para construir MVPs.

Muitas empresas de sucesso estão usando Bubble para produzir produtos. Esses são alguns exemplos: ResidentStreet, Incomee, NuCode, Teeming, Equina, Patter, Messly, SwitchBoard, OutKarma, CodeMap.

A ferramenta da Bubble ainda não é uma ferramenta popular a ponto que as pessoas a procurem

No-code está crescendo exponencialmente, e a tendência é que existam mais empregos em torno dessa ferramenta. Bubble é uma das maiores plataformas de no-code. A exemplo, está o CodeMap, uma curadoria exclusiva de talentos no-code/low-code e de automação sob demanda.

Nichos que você pode investir com a Bubble

Assim como qualquer outro produto, a Bubble também oferece muitas vantagens, levando em conta seu grande ecossistema de desenvolvedores que criam produtos usando essa plataforma. A Bubble faz parte de uma das áreas que as pessoas estarão dispostas a gastar mais tempo e dinheiro nos próximos anos.

Vamos conhecer alguns nichos que você pode investir com a Bubble, e então desenvolver um negócio lucrativo com a plataforma.

  • Plug-ins da Bubble: O mercado de plug-ins da Bubble é gigante. Existe uma demanda para diferentes tipos de plug-ins. Mesmo que você consiga construir a maioria das funcionalidades dentro da Bubble, não é tão simples e fácil assim. Para casos assim ou para casos em que a Bubble não oferece suporte, você pode usar plug-ins externos para dar conta de determinada funcionalidade ou que venham a facilitar a construção de uma funcionalidade. Por exemplo, esses são alguns plug-ins que você poderia possivelmente usar:
    • Editores de texto avançados (Editores de Rich Text);
    • Editores compatíveis com Markdown;
    • Selecionadores de datas que consideram feriados;
    • Players de vídeos que suportam vários formatos;
    • Dados para gráficos;
    • Loading spinners;
    • Barras de rolagem avançadas, barras de navegação, etc.

Assim, você pode criar centenas de plug-ins. Perceba que esses plug-ins podem ser cobrados por assinatura, mensalmente, trimestralmente ou anualmente, criando uma receita recorrente. Quanto mais você criar plug-ins, a vantagem é que você pode oferecer todos em uma única assinatura, podendo cobrar, consequentemente, mais (mensalmente, trimestralmente ou anualmente).

  • Bubble Templates: Os templates da Bubble são usados tanto para aprender como para serem ajustados para a criação de um produto próprio. Alguns dos templates, como, por exemplo, Fiver clone using Bubble, Airbnb clone using Bubble, ProductHunt clone using Bubble, entre outros, são muito populares e chamam a atenção dos usuários para a sua compra. Comece com os templates da Bubble e então você poderá seguir para outros templates de fornecedores no-code. Converse com os usuários e entenda o que eles querem. Para os mais populares, você pode começar a realizar pré-vendas com um preço mais baixo. Depois que você já estiver vendendo por alguns meses, você terá um repositório de templates e poderá vender uma assinatura para que os usuários utilizem tanto os templates já existentes como aqueles que vão ser desenvolvidos futuramente. Outra opção é criar um pacote/um combo para que os usuários tenham acesso a todos os templates por único valor. Você também pode criar Bubble Blocks, em vez de templates completos, para completarem os templates, e então usar esses Blocks como brindes ou vender por um preço menor. Contudo, o objetivo geral deve ser atingir os usuários interessados em construir usando os seus Bubble Templates ou os seus Bubble Blocks.
  • Cursos em torno Bubble: A ideia de dar cursos não é nova. Cursos e treinamentos já existem faz tempo. Entretanto, direcionar esses cursos para a Bubble pode ser uma boa opção para essa tendência atual de no-code. Desenvolva cursos sobre a Bubble e expanda as explicações para outras plataformas de desenvolvimento de no-code, como por exemplo, Outseta, Backendless, Webflow e Adalo. Certifique-se de mostrar, nos cursos, casos reais de construção de produtos, como marketplaces, Airbnb, entre outros. Lachlan ganha cerca de US$5 a US$7 milhões com cursos sobre a Bubble. Você pode usar plataformas como Teachable e Podia para hospedar os cursos.
  • Marketplace/Ecossistema da Bubble: Todo grande produto possui um ecossistema ao seu redor. Templates do WordPress, templates do Tailwind, templates de página do Landing, templates do Notion – muitos sites atuam como marketplaces, permitindo que as pessoas vendam seus templates. Você pode construir um marketplace para vender seus templates da Bubble. Construa um ecossistema em torno desse mercado, realizando entrevistas semanais com agências que desenvolvem produtos com a Bubble, desenvolvedores freelancers de sucesso que usam a Bubble, entre outros. Você pode também fazer workshops ao vivo ou individuais, sobre assuntos específicos, para pessoas interessadas em aprender a usar a Bubble.
  • Venda de serviços/Serviço produtizado na área de desenvolvimento de produtos na Bubble: Mais empresas vão apostar em ferramentas no-code como a Bubble, o que fará com que haja maior demanda para os desenvolvedores da Bubble. Algumas empresas precisam de desenvolvedores que usam a Bubble, enquanto outras precisam de suporte para a resolução de problemas que venham a surgir com produtos que foram desenvolvidas na Bubble. Serviços na área de desenvolvimento na Bubble podem beneficiar muitas empresas. O modelo de serviço produtizado, ou seja, um serviço que é entendido como produto, está cada vez mais popular. Se você é novo nessa área de serviço produtizado, entenda que o serviço produtizato é um processo em que você agrupa/cria um modelo de serviço na forma de produto, por um preço fixo, com resultado prometido. Em outras palavras, você vende um serviço que será feito em período determinado de tempo (horas, dias ou meses), ou você vende um serviço/uma tarefa, e determina um preço fixo para isso, sem cobranças extras ou por hora de trabalho. DesignJoy ganha US$300 mil por ano com uma equipe composta por somente uma pessoa, vendendo serviços produtizados para design. DraftDev está ganhando US$60 mil MRR vendendo escrita técnica por um preço fixo por mês. Então, ofereça um serviço produtizado exclusivamente para desenvolvimento e suporte em torno da Bubble. Entretanto, o modelo DeisgnJoy pode significar muita pressão se você estiver lidando com muitos clientes. Tenha como objetivo a qualidade, foque em um número pequeno de clientes, e deixe outros clientes na lista de espera. Se a lista de espera estiver aumentando, considere trazer alguma pessoa para dar suporte, mas nunca comprometa a qualidade da produção e a sua saúde mental.

MARCADO: ,
Compartilhe este artigo